Cristalina ? a capital das oportunidades
Cidades | 14/02/2011

Os últimos anos concederam novas características à Cristalina. Durante muito tempo, a exploração de cristais deu fama internacional ao município, que detém o título de estar sobre a maior reserva de cristal em rocha do mundo. Toneladas de cristais foram enviadas para o mercado nacional e europeu. Mas, o clima favorável, a incomparável qualidade de seu solo e a abundância de água atraiu japoneses e sulistas que aplicaram alta tecnologia em irrigação e transformou Cristalina em um dos principais produtores agrícolas do país. A notícia chegou ao outro lado do mundo. O Ministro da Agricultura da China anunciou investimento bilionário na produção e comercialização de soja no município para atender ao grandioso mercado chinês.

A industrialização pegou carona neste processo. Multinacionais se instalaram e a geração de empregos tem sucessivos recordes. Em 2010, Cristalina ficou entre as 10 cidades goianas com maior admissão. Dados da Secretaria de Planejamento de Goiás (SEPLAN) apontam a criação de 10.609 novos postos de trabalho em apenas um ano. A cadeia produtiva agrícola se origina nas grandes propriedades rurais que emprega milhares de pessoas no plantio e colheita de alho, batata, cebola, tomate, soja, milho e outros 32 itens; segue pelo transporte e corretagem dos produtos e encerra nas indústrias que processam e exportam. A industrialização é realidade no município com a presença de três grandes indústrias do ramo de alimentos: a catarinense Incotril, a paulista Fugini e a francesa Bonduelle. Outras estão em processo de instalação. Neste caminho entre o campo e a fábrica, os cristalinenses desfrutam de uma gama de oportunidades jamais vista na região. Os exemplos são fartos.

Crescimento imobiliário

A construção de uma hidrelétrica no município e a instalação de inúmeras empresas atraiu centenas de pessoas. As imobiliárias tem dificuldade em conseguir imóveis para todos. A crescente procura aqueceu a construção civil. Faltam pedreiros e engenheiros. A construção de casas, pequenos prédios e condomínios é cena constante em todos os bairros. Luciano Botelho, diretor da Essencial Imobiliária lembra que “Cristalina tem dezenas de culturas que produzem o ano todo. Isso atrai pessoas de outros estados. Em 2010, vendi 8 fazendas e dos 50 aluguéis que administro, grande parte são de pessoas que se mudaram para cá. Haverá muito mais investimento na cidade.”

O setor de serviços também gera muitas riquezas. Nivaldo de Freitas tinha um pequeno mercado com cerca de 200 metros quadrados. Nos últimos dois anos, quintuplicou o espaço e acompanha um crescimento anual de 10% nas vendas. Ampliou os serviços oferecidos com açougue, panificadora e sacolão. Emprega 36 pessoas e aproveitou a estrutura do Supermercado Lustosa Brasil para construir 4 apartamentos que estão sempre alugados. Nivaldo tem planos de expansão e projeta novos investimentos na cidade. Credita o seu crescimento às obras de urbanização e melhoria que estão sendo implantadas na cidade.

Turismo

Novos empreendimentos abrem suas portas. As maiores redes de lojas de eletrodomésticos tem filial em Cristalina. O setor de franquias tem inúmeros representantes. Da gastronomia à perfumaria. O setor hoteleiro comemora lotação máxima. Cristalina é visitada por diretores de multinacionais que já investem ou tem planos ambiciosos de instalação. Depois de 30 anos vivendo na cidade, a família Bannwart observou o crescimento populacional e o processo de industrialização como o momento ideal para a construção do Hotel Cata Vento. Tudo está acontecendo além das expectativas. Aberto em 2009 com 11 apartamentos, hoje dispõe de 35 e com planos para mais 24 até 2012. Projetado por um arquiteto suíço, o hotel usou madeira do cerrado para gerar um clima rústico e regional. Com 70% de ocupação média, os clientes são em sua maioria de agrônomos e diretores das fábricas instaladas no município. São servidos por 23 funcionários. Cristina Figueiredo Bannwart, uma das sócias, é entusiasta quando fala de Cristalina. “A cidade está mais bonita e organizada. Nossos planos incluem a expansão do hotel e turismo ecológico.” A pedra Chapéu do Sol, um enorme bloco de Quartzito que pesa mais de 100 toneladas, equilibrada há milhões de anos em uma base de pouco mais de um metro quadrado, está na Fazenda Sucupira, de propriedade dos Bannwart.

Além da pedra Chapéu do Sol, Cristalina tem muito a oferecer no turismo. Uma belíssima reserva ecológica de proteção ambiental e as cachoeiras que são um espetáculo à parte. Há também o Balneário das Lages, um clube natural com quedas d´agua, piscinas e estrutura de camping. O local recebe centenas de turistas nos finais-de-semana. Grandes eventos como encontro nacional de motociclistas e a exposição agropecuária lotam bares e restaurantes. O casal Leonardo e Francieli Faria abriram mão de suas carreiras acadêmicas para ter o próprio negócio. O jovem casal formado em Direito e Turismo estão preparando a abertura da 4ª empresa. Além de uma revenda de celular e uma loja de roupas íntimas, Leonardo e Francieli estão à frente da casa de festas Sensation Music Hall com seus sócios Diogo Crema e Rafael Faria.

Com capacidade para 700 pessoas, a casa recebe um público diferente a cada fim-de-semana. A opção de diversão caiu no agrado dos jovens. Mas, eles querem mais. Estão preparando a abertura da primeria chopperia da cidade. O local terá show ao vivo e uma declaração de amor pela cidade. Sete painéis com fotos dos pontos turísticos como pedra chapeú do sol, a histórica igreja de São Sebastião, as cachoeiras e pivôs de irrigação. Francieli reclama que está dificil estacionar no centro, mas, entende que isso faz parte do crescimento da cidade. Aponta também o aumento da insegurança, principalmente no centro da cidade.

Segurança e educação

A administração municipal está empenhada em garantir a segurança. Está instalando 25 câmaras de alta resolução para monitoramento do setor comercial, bancário e entradas da cidade. Uma central irá controlar as imagens e possibilitará atuar na repressão e prevenção de crimes, tudo isso com a mais alta tecnologia.
   
Cristalina aumentou sua população em mais de 33% em 2 anos. O crescimento populacional forçou os moradores a se adequarem aos novos tempos e buscarem qualificação. Jandiley Assis tem espírito empreendedor. Não foi bem sucedido quando anos atrás abriu uma chopperia. Amargou grande prejuízo depois de sete meses de funcionamento. Mas, não desistiu. Estudou e se qualificou. Com a experiência e o conhecimento adquirido viu o bom momento econômico que a cidade está passando. Abriu uma loja de esfiha em frente à praça da liberdade, ponto de encontro e palco de grandes eventos. Está feliz pelo retorno e pela oportunidade, agora concreta, que a cidade está lhe dando.
   
Para atender a crescente população, novos oportunidades foram abertas na área educacional. A Universidade de Rio Verde (FESURV) instalou campus e oferece cursos de Direito, Agronomia e Administração. A cristalinense FACEC ministra Administração, Pedagogia, Direito, Matemática, Letras e Secretariado Executivo. O Centro Tecnológico (CENTEC) prepara seu vestibular para cursos técnicos.
   
A saúde pública está recebendo grandes investimentos. Além da reforma do hospital municipal Chaud Salles que conta com moderno centro cirúrgico e maternidade, a atual administração anuncia para este ano a inauguração da Unidade de Pronto Atendimento – UPA 24 horas – e o início das obras do Hospital do Câncer.

Nos últimos anos, surgiu em Cristalina uma emergente classe média que estabeleceu um bom padrão de vida. A frota de carros é nova e os importados estão por toda parte. O trânsito carregado está modernizando com a instalação de rotatórias, faixas de pedestres, vias com sentido único e semáforos. Até aí há quem aproveite o crescimento. Estacionamentos particulares foram abertos.
   
Todo esse avanço não tirou a simplicidade e tranquilidade de viver em Cristalina. Ainda é possível levar as crianças e ter uma agradável tarde na linda praça da prefeitura ou participar com a família da tradicional festa de São Sebastião. Emoldurada pela Serra dos Cristais com seu aprazível clima, Cristalina é a cidade do momento, para investir e viver, do alto dos seus mais de 1200 metros de altitude.

Bookmark e Compartilhe